Marginal morto na troca de tiros com a Polícia após tentativa de assalto

Um marginal foi morto durante a troca de tiros com a Polícia, nas imediações do Zango 1, depois de, em companhia de dois comparsas, ter saído da agência do Banco de Comércio e Indústria da vila sede de Viana, em Luanda, com três malas de dinheiro.

Marginal morto na troca de tiros com a Polícia após tentativa de assalto

O porta-voz do Comando Provincial de Luanda da Polícia, Nestor Goubel, disse, segunda-feira (21), ao Jornal de Angola, que os três marginais foram ao banco na passada quarta-feira, de onde saíram com as pastas com dinheiro, subindo numa viatura Suzuki Jimny, que partiu em direcção ao Zango 1. Pelo caminho, acrescentou, foram deixando cair dinheiro na via pública, acção que chamou a atenção dos moto-taxistas, que perseguiram a viatura, em companhia de uma patrulha da Polícia.

Nestor Goubel explicou que, no Zango 1, os três meliantes saíram da viatura, cada  um com uma pasta de dinheiro, e meteram-se em fuga. "Durante a troca de tiros, um dos meliantes acabou por morrer, deixando a pasta com dinheiro, que foi retirada do local pelo comandante da esquadra do Zango 3, que, horas depois, ao abri-la encontrou 900 mil kwanzas".  De acordo a fontes, uma equipa da Polícia deslocou-se no mesmo dia ao banco, onde funcionários explicaram que dois elementos entraram, com duas pastas com dinheiro, pretendendo depositá-lo, o que não foi possível, por ter se ouvido um barulho estranho, seguido de fumaça, o que os fez abandonar o local.

A Polícia manteve contactos com uma equipa que, por duas vezes, não conseguiu fazer trabalhos de auditoria, pelo facto de funcionários do banco evocarem razões técnicas. Depois do incidente, os auditores, ao abrirem a caixa forte, constataram o desfalque de cento e um milhões de kwanzas, estando detidos a gerente, subgerente e duas tesoureiras.

De acordo com a Polícia, funcionários do banco desligaram o sistema de vídeo-vigilância, desde o dia 3 de Fevereiro.

Previous Post Next Post